Quinta Autoral

“Offline” – Rodrigo Fercost: Será que vivemos numa “Matrix”?

Já parou pra pensar que estamos sempre conectados a alguma tecnologia? Será que vivemos numa “Matrix” de alguma forma e não percebemos? É o que questiona Rodrigo Fercost em seu single “Offline”.

Tá a fim de saber mais sobre essa canção onde “é preciso desligar (…) se desconectar” para enxergar o mundo real? Então, fique com a gente!

“Offline” – um alerta sobre o uso excessivo da internet e das mídias

Que a tecnologia traz benefícios para nós, isso não tem como negar. Ainda mais no período de isolamento social em que vivemos.

Graças a ela, pôde-se trabalhar home office, fazer aulas online e lives. Como também o papel das mídias sociais para socializarmos e não nos sentirmos tão isolados.

 Só que tudo tem seu lado positivo e negativo. O uso excessivo da internet e das mídias não tem nada de benéfico para a nossa saúde.

Você passa tanto tempo conectado e nem percebe que deixou de viver a vida real . Essa é a ideia de Rodrigo Fercost ao compor “Offline”:

“O uso excessivo dessas tecnologias (que fazem cada vez mais parte do nosso dia a dia) afetam diretamente o funcionamento do nosso metabolismo e do nosso sistema visual.
A incapacidade de controlar e a impotência surgem.
(…) É importante estar alerta para prevenir futuros problemas relacionados ao uso dessas tecnologias e incentivar o uso moderado.”
 
Navegando sem perceber o perigo que se aproxima

“Offline” já começa anunciando nas primeiras estrofes o perigo que se aproxima sem percebemos, ao navegarmos pela internet:

Reprodução:YouTube/Rodrigo Fercost

E quando você se dá conta, já passou horas no YouTube, Instagram e Facebook. Coincidência? Só que não.

Todas essas mídias têm como objetivo prender sua atenção o máximo de tempo que puderem, pois é lucrativo para elas.

E também podem trazer consequências, é o que ressalta Fercost:

“ Embora as redes sociais tenham se tornado aliadas fiéis para muitos durante o confinamento, inclusive até para se “desconectar” do que está acontecendo, também é verdade que, para outros,

a grande rede pode ser uma fonte de ansiedade (pela grande carga de informações dessa crise sanitária e até pela saturação de tantas atividades oferecidas), de frustração (por não possuir o que outros aparentemente têm), podendo até ser um sério problema de dependência.” 

Como sair dessa então? Se liga no refrão da música: 

Reprodução: YouTube/Rodrigo Fercost

Conceito do filme “Matrix” não parece ser tão surreal

Se a gente parar pra pensar, o conceito do filme “Matrix” não parece ser tão surreal assim. Vivemos numa sociedade onde o mundo virtual impera sobre o real.

E gera uma dependência em nós onde não conseguimos nos desconectar dele. É mais interessante o que se vê nas mídias sociais do que na realidade nossa, como conta o cantor:

“ A vida plástica vendida nas redes sociais nos coloca em uma ditadura da felicidade e alienados a vida real.
O que leva a questionar sobre a realidade e resgatar certos temas como a alegoria da caverna de Platão e a ficção científica de Matrix.

Tanto que o cantor menciona sobre o conceito da “Matrix” na última estrofe de “Offline”:

Reprodução: YouTube/Rodrigo Fercost

Videoclipe inspirado em “Matrix”

E “Matrix” serviu de inspiração tanto para a composição de “Offline” quanto para a produção do videoclipe:

Reprodução:YouTube/Rodrigo Fercost

E aí? Consegue ficar offline?  

Sobre Rodrigo Fercost

O mineiro Rodrigo Fercost é intérprete e compositor. Suas letras retratam temas existenciais, problemas sociais e políticos, e viagens poéticas.

O artista tem em suas músicas influências do rock nacional e internacional dos anos 80 e 90, além do grunge e do pop

Fercost mistura timbres, testa sonoridades e acrescenta elementos em suas composições, resultando num som singular.

 Em carreira solo desde 2020, o artista apresenta em seu repertório um trabalho autoral consistente e covers já consagrados.

Sigam Rodrigo Fercost nas redes sociais:

– Instagram: @rodrigofercost

– Spotify: Rodrigo Fercost

– Deezer: Rodrigo Fercost

-YouTube: Rodrigo Fercost

5 3 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of

1 Comentário
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments

I don’t think the title of your article matches the content lol. Just kidding, mainly because I had some doubts after reading the article.

1
0
Would love your thoughts, please comment.x